Bom dia, são 8:00:02 | Alvor de Sintra RSS

 

Publicidade

Menu » Jornal Digital » Agenda Cultural » Contactos Úteis » Dossiers » Farmácias de Serviço » Fórum » Lotarias » Meteorologia » Trânsito » RSS

 » Cultura
 » Desporto
 » Economia
 » Educação
 » Fora de Portas
 » Idosos
 » Instituições
 » Internacional
 » Juventude
 » Local
 » Nacional
 » Obras
 » Opinião
 » Política
 » Transportes

 

Serviços

 » Farmácias de Serviço
 » Lotarias
 » Meteorologia
 » TV Alvor de Sintra

 

Suplementos

 » Agualva - Cacém
 » Algueirão - Mem Martins
 » Queluz
 » Vila Sintra

 

 » Contactos
 » Estatuto Editorial
 » Ficha Técnica
 » Nós
 » Publicidade

 

 

» Página Inicial » Destaque

 

 

Explicação Inicial

Quando, há bem mais de um ano, aceitei ser candidato pelo meu Partido, o PS, às autárquicas de Sintra, descobri o “Alvor de Sintra”. Um “sitio” de informação na Internet, Jornal digital, que, apesar da minha ligação diária à net, nunca tinha visitado. Fiquei, evidentemente, leitor regular. Figura desde então na lista dos meus favoritos, com consulta diária. Até, confesso com satisfação, já de lá “piquei”, com a devida vénia, informações e imagens, para o meu site pessoal. Há pouco mais de um mês o Gui Reis, para mim é o rosto do “Alvor de Sintra”, convidou-me a colaborar regularmente com textos de opinião. Aceitei de imediato, com prazer, o desafio, a que estou agora a procurar corresponder.

( Segunda-feira, 16 de Outubro de 2006 )

Ouvir

Mais informação sobre a versão audio

Download do conteúdo em versão MP3

 3 Comentários | Enviar Artigo por E-mail | Imprimir

A minha ligação ao Concelho - Região de Sintra é antiga. Mergulha as suas raízes na memória mais remota da minha infância. Prende-se com uma casa de família, onde desde há mais de 40 anos tenho podido passar largas temporadas. Passa pelo sabor das queijadas da Casa da Matilde, hoje desaparecidas. Pelo entusiasmo militante com que vivi, em 1969, o comício da CEUD (Comissão Eleitoral de Unidade Democrática) no Cineteatro Carlos Manuel, hoje Centro Cultural Olga Cadaval. Pelo encanto dos lanches na velha Estalagem da Raposa. Pelas historias de luta dos operários da pedra, de Pêro Pinheiro,  nos anos sessenta. Pelos banhos dos finais de tardes de Verão na Praia Grande. Pela delicia das amêijoas da tia Alice na Casa Camarão, em Colares. Pela leitura, sempre renovada, das paginas dos Maias de Eça de Queiroz. Sobretudo por amigas e amigos que em Sintra tenho. Muitos, felizmente. Enfim um sem número de raízes e referências alimentam uma paixão, que nem as inúmeras asneiras urbanísticas que fui podendo, com tristeza, constatar ao longo dos anos, conseguiram esfriar. Disputei, disputámos nós lista PS, as ultimas eleições autárquicas em Sintra com convicção e seriedade. Na base de um estudo exaustivo dos problemas do Concelho-Região e apresentando propostas, e projectos, ponderados e realistas. Perdemos, como é sabido. A democracia faz-se de derrotas e vitórias. Respeitamos o resultado, como democratas que somos. Mas não virámos a cara às dificuldades, e ao trabalho. Pelo contrario, estimulados pelo muito trabalho a fazer para enfrentar as muitas dificuldades do Concelho – Região, aceitámos o desafio de ter responsabilidades executivas na Câmara Municipal para que fomos eleitos. Com humildade democrática. Sem nenhum compromisso, para além da vontade de realizar trabalho autárquico, no interesse e ao serviço do Concelho-Região de Sintra e do seu povo.

Enfim, esta é a explicação inicial que a meu ver se impunha, neste primeiro texto, ao correr da pena. Já vai longo, para os limites que o Gui Reis e o “Alvor” me fixaram, e portanto, por agora, por aqui me fico. Com o compromisso gostoso de, como se diz nas novelas, a história seguir nos próximos capítulos…

João Soares

 3 Comentários  Enviar por E-mail  Imprimir Artigo

xxx

 

 

 

Fóruns

 

Em actualização

 

 

     

 

| Ficha Técnica | Estatuto Editorial | Critérios de Publicação de Comentários

 

 Director: Gui Aragão Reis

Registo Instituto da Comunicação Social: 124 724

  Copyright © 2005 Alvor de Sintra | Todos os direitos reservados