Boa tarde, são 14:44:20 | Alvor de Sintra RSS

 

Publicidade

Menu » Jornal Digital » Agenda Cultural » Contactos Úteis » Dossiers » Farmácias de Serviço » Fórum » Lotarias » Meteorologia »

 » Ambiente
 » Cultura
 » Desporto
 » Economia
 » Educação
 » Fora de Portas
 » FotoReportagem
 » Idosos
 » Instituições
 » Internacional
 » Juventude
 » Local
 » Nacional
 » Obras
 » Opinião
 » Política
 » Tecnologias
 » Transportes

 

Serviços

 » Agenda Cultural
 » Farmácias de Serviço
 » Lotarias
 » Meteorologia
 » TV Alvor de Sintra

 

Suplementos

 » Agualva - Cacém
 » Algueirão - Mem Martins
 » Queluz
 » Vila Sintra

 

 » Contactos
 » Critérios de Publicação de Comentários
 » Estatuto Editorial
 » Ficha Técnica
 » Nós
 » Publicidade

 

 

» Página Inicial » Destaque

 

 

Miguel Carretas defende que divisão de Algueirão-Mem Martins "terá de ser pensada com serenidade"

Na opinião de Miguel Carretas da CDU, o PS deve clarificar a forma como deseja ver dividida a freguesia de Algueirão-Mem Martins. O deputado municipal considera que a intenção de reorganizar administrativamente aquela freguesia foi apresentada de "forma muito vaga". "O PS tem uma proposta, ainda bem, agora tem que dizer o que quer fazer e deve apresentá-la às autoridades competentes", Miguel Carretas reage assim ao anúncio feito no início da semana pelo PS Sintra.

( Quinta-feira, 06 de Abril de 2006 )

Ouvir

Mais informação sobre a versão audio

Download do conteúdo em versão MP3

 7 Comentários | Enviar Artigo por E-mail | Imprimir

De acordo com Miguel Carretas esta é uma questão que há muito é discutida no interior da CDU. "A freguesia é demasiado grande para permitir uma boa gestão autárquica ao nível da Junta de Freguesia", defende. A seu ver a reorganização de Algueirão-Mem Martins passaria pela divisão da localidade em mais do que uma freguesia, mas alerta: "a forma como a freguesia se podia dividir terá de ser pensada com serenidade nos órgãos próprios".

Para o deputado municipal a eventual reorganização administrativa de Algueirão-Mem Martins, reacende a discussão sobre a necessidade de dividir o concelho de Sintra. "Havia que voltar a pegar nesses projectos e ver se se adequam à realidade actual", afirmou. Há cerca de oito anos a CDU apresentou uma proposta na Assembleia da República para dividir o município em dois concelhos, Sintra e Queluz.

Em declarações ao Alvor de Sintra, Miguel Carretas frisou ainda que "não deixa de ser interessante que o PS se interesse por esta questão, agora que perdeu algumas freguesias". E acrescenta "infelizmente alguns partidos funcionam assim".

Alvor de Sintra

 7 Comentários  Enviar por E-mail  Imprimir Artigo

 

 

Cronistas

André Beja

 » Assim vai Sintra: que fazer com estes entulhos?

 

António Filipe

 » Conte comigo, Professor Galopim de Carvalho

 

António Rodrigues

 » Europa – Desafio e não desculpa

 

António Vicente

 » A Casa do Castelo

 

Cândido e Silva

 » Grupo de Ballet de Sintra

 

Cardoso Martins

 » Justitia Regnorum Fundamentum

 

Céu Ribeiro

 » IVG - um direito de cidadania

 

Cortez Fernandes

 » “ABAIXO O IC 19, MORRA O IC 19, VIVA A AVENIDA DO OCIDENTE”

 

Fátima Campos

 » As golpadas do desespero

 

João Soares

 » Um Ano

 

Miguel Carretas

 » Cultura Não É (SÓ) Paisagem

 

Luís Fernandes

 » Parque Eólico de Almargem do Bispo

 

 

 

     

 

 Director: Gui Aragão Reis

Registo Instituto da Comunicação Social: 124 724

  Copyright © 2005 Alvor de Sintra | Todos os direitos reservados