Bom dia, são 0:56:00 | Alvor de Sintra RSS

 

Publicidade

Menu » Jornal Digital » Agenda Cultural » Contactos Úteis » Dossiers » Farmácias de Serviço » Fórum » Lotarias » Meteorologia »

 » Ambiente
 » Cultura
 » Desporto
 » Economia
 » Educação
 » Fora de Portas
 » FotoReportagem
 » Idosos
 » Instituições
 » Internacional
 » Juventude
 » Local
 » Nacional
 » Obras
 » Opinião
 » Política
 » Tecnologias
 » Transportes

 

Serviços

 » Agenda Cultural
 » Farmácias de Serviço
 » Lotarias
 » Meteorologia
 » TV Alvor de Sintra

 

Suplementos

 » Agualva - Cacém
 » Algueirão - Mem Martins
 » Queluz
 » Vila Sintra

 

 » Contactos
 » Critérios de Publicação de Comentários
 » Estatuto Editorial
 » Ficha Técnica
 » Nós
 » Publicidade

 

 

» Página Inicial » Destaque

 

 

De Monte Abraão… críticas, convicções e desafios

Fátima Campos tomou, ontem, posse como Presidente da Junta de Freguesia de Monte Abraão, no Salão Paroquial da freguesia, repleto de fregueses e outros convidados. A autarca centrou o seu discurso na necessidade de uma maior delegação de competências para as Juntas de Freguesia.

( Sábado, 5 de Novembro de 2005 )

Ouvir

Mais informação sobre a versão audio

Download do conteúdo em versão MP3

 67 Comentários | Enviar Artigo por E-mail | Imprimir

Apesar de ausente, Fernando Seara, foi um dos destinatários do discurso de tomada de posse da Presidente da Junta de Freguesia de Monte Abraão. “Ouvimos do Sr. Presidente da Câmara Municipal de Sintra, na sua tomada de posse, o desejo de trabalhar em articulação estratégica com as Juntas de Freguesia […] Pois bem, passemos da teoria à prática” afirmou a recém eleita presidente.

Remetendo para algumas críticas proferidas por Fernando Seara, ao poder central, a Socialista retorquiu que, “se a Câmara Municipal de Sintra, na sua relação institucional com a Administração Central, se queixa da centralização do Estado Contemporâneo, também nós, Juntas de Freguesia, nos debatemos com a mesma maleita e reclamamos o reforço das nossas competências”. Em suma a autarca realçou que “Cabe à Câmara Municipal, contribuir decisivamente para alterar esta situação”.

O vogal do Bloco de Esquerda, Carlos Sequeira, defendeu na sua intervenção a aplicação da Agenda XXI ao nível do Pode Local, e afirmou “estar contra a construção de 1800 fogos, junto da Anta de Monte Abraão, transformando-a em mais uma rotunda da freguesia”. Esta declaração recebeu também o apoio de Fátima Campos.

Os vogais da CDU defenderam que “os interesses da freguesia e dos fregueses se sobrepõem às diferenças que separam os partidos políticos que compõem a Assembleia de Freguesia de Monte Abraão”.

A bancada da coligação Mais Sintra, afirmou que “exercerá o direito de ser oposição e de defender as suas linhas programáticas e os interesses da população”.

De realçar que todas as forças políticas agradeceram a presença massiva da população, nesta tomada de posse pública, lançando o desafio a marcarem presença nas futuras assembleias de freguesia.

Alvor de Sintra

 67 Comentários  Enviar por E-mail  Imprimir Artigo

 

 

Cronistas

André Beja

 » Assim vai Sintra: que fazer com estes entulhos?

 

António Filipe

 » Conte comigo, Professor Galopim de Carvalho

 

António Rodrigues

 » Europa – Desafio e não desculpa

 

António Vicente

 » A Casa do Castelo

 

Cândido e Silva

 » Grupo de Ballet de Sintra

 

Cardoso Martins

 » Justitia Regnorum Fundamentum

 

Céu Ribeiro

 » IVG - um direito de cidadania

 

Cortez Fernandes

 » “ABAIXO O IC 19, MORRA O IC 19, VIVA A AVENIDA DO OCIDENTE”

 

Fátima Campos

 » As golpadas do desespero

 

João Soares

 » Um Ano

 

Miguel Carretas

 » Cultura Não É (SÓ) Paisagem

 

Luís Fernandes

 » Parque Eólico de Almargem do Bispo

 

 

 

     

 

 Director: Gui Aragão Reis

Registo Instituto da Comunicação Social: 124 724

  Copyright © 2005 Alvor de Sintra | Todos os direitos reservados